Linkedin, ter ou não ter perfil?

Por que ter uma conta LinkedIn?

Por ser a mais importante rede profissional em relevância do mundo, muitas corporações se voltam a buscar novos talentos por meio do LinkedIn. Aproveite esse momento para pleitear a sua tão esperada vaga de emprego.

Mas mesmo se você for selecionado da maneira “tradicional”, por meio do envio de currículo ao setor de RH, cogite a criação de um perfil na rede social. Uma pesquisa publicada pelo Jobvite indicou que 93% dos recrutadores buscam o perfil de seus possíveis candidatos no LinkedIn.

Faça o seu perfil

Lembre-se que o LinkedIn é um meio de contato profissional. Portanto, primeiramente, nada de confundir com o Facebook. Assim, estão proibidas temáticas pessoais que não tenham a ver com a sua carreira. Caso isso ocorra, a probabilidade dessa confusão afastar o recrutador é muito grande. Invista em uma descrição que englobe suas atividades mais relevantes para sua carreiras e habilidades relevantes. Preencha os campos solicitados da forma mais sucinta e completa possível.

Seja claro nas informações, indicando os locais onde trabalhou e sua formação. Evite gírias e abreviações desnecessárias, como é uma rede profissional, é ideal que se coloque tudo conforme a norma culta da língua. Use também uma foto de perfil com boa resolução e sem informações extravagantes, colares e brincos muito vibrantes. Prefira cores neutras e imagens no estilo 3×4.

Seja ativo para a sua rede de amigos

Não seja um usuário inativo. Participe ativamente de grupos de discussão. Compartilhe e comente os posts dos seus amigos, pois esse ato vai elevar seu perfil. Essas ações também podem fazer você aumentar seu networking, justamente porque você vai estar visível para pessoas mais experientes.

Nós criamos a sua rede e gerimos.

www.agenciastrong.com.br 

Compartilhe esse post

Fale Conosco!